segunda-feira, 23 de junho de 2008

41ª Parte – PROFECIAS TAMBÉM SÃO GRITOS DE ALERTA... (item 7) – Profecias de D. Bosco


D. Bosco

AVISO IMPORTANTE ao Amigo Leitor!

Para você entender perfeitamente o conteúdo e intenção deste blog, não leia matérias isoladas! Use 10 minutos do seu precioso tempo, diariamente, e inicie sua leitura pela mensagem “Aviso Importante aos Novos Leitores” (14/06/08) e depois vá para a “1ª Parte” aqui postada, seguindo continuamente os capítulos, pois eles possuem um encadeamento entre si que o levará a entender perfeitamente o processo da Terra, bem como toda a nossa existência sobre ela. Minha intenção não é a de criar “medos” em hipótese alguma, mas sim puramente a de mostrar “verdades escondidas”, porém com muito “Amor” pelo meu próximo!

Paz! Hipátia III



PROFECIAS DE D. BOSCO


João Belchior Bosco nascido na Itália em 1815, faleceu com 72 anos na cidade de Turim daquele país. Ordenou-se sacerdote da Igreja Católica em 1841, tendo sido canonizado pelo Papa Pio XI em 1934.

D. Bosco, através de seus sonhos proféticos, previu, dentre outras coisas, a morte de muitas personalidades, a queda de Roma (Vaticano), catástrofes englobando os países do globo, etc. Mas, vou aqui registrar apenas dois de seus sonhos, primeiramente um ocorrido em 1883, o qual tem referencia com a América do Sul, e especificamente com o Brasil:

“Eu enxergava nas vísceras das montanhas e nas profundas da planície. Tinha, sob os olhos, as riquezas incomparáveis dessas regiões, as quais, um dia, serão descobertas. Eu via numerosos minérios de metais preciosos, jazidas inesgotáveis de carvão de pedra, de depósitos de petróleo tão abundantes, como jamais se acharam noutros lugares. Mas não era tudo. Entre os graus 15 e 20, existia um seio de terra bastante largo e longo, que partia de um ponto onde se formava um lago. E então uma voz me disse, repetidamente: ‘Quando vierem escavar os minerais ocultos no meio destes montes, surgirá aqui a Terra da Promissão, fluente de leite e mel’. Será uma riqueza inconcebível”. (Obs: os grifos são meus, colocados para salientar os detalhes da frase, que serão exploradas logo a seguir).

Nesta tradução feita por Monteiro Lobato, podemos observar que ao falar sobre “os graus 15 e 20”, D. Bosco se refere à América do Sul, onde se encontram:- uma pequena parte do Peru, Chile, Bolívia, e uma grande extensão de terras brasileiras, correspondentes ao Planalto Central do Brasil. Interessante notar que Brasília se insere nesse contexto, e que o município de Alto Paraíso de Goiás se encontra exatamente a 14º 07’ 46 de latitude sul (portanto quase 15º). Existe nesse município um local bastante visitado por místicos do mundo todo, que é uma espécie de canteiro natural constituído de grupos de pedras e arbustos do cerrado, os quais indicam, numa linha reta, exatamente a linha imaginária do “Paralelo 14”, motivo pelo qual o lugar recebe exatamente esse nome. De acordo com estudiosos sobre o assunto, esse mesmo paralelo liga Alto Paraíso à Cidade de Machu Pitchu no Peru, lugar considerado como altamente iniciático, sendo um dos pontos mais importantes do planeta a nível esotérico. Isso tudo, unido à grande drusa de cristal de quartzo sobre a qual Alto Paraíso está assentado, levaram místicos de várias partes do globo considerarem esta cidade como sendo o “Chakra Cardíaco do Planeta Terra”, situação que foi colocada até mesmo em eventos esotéricos internacionais. Outrossim, a conclusão chegada por muitos desses místicos, é de que a profecia de D. Bosco acima referida, condiz com a região de Alto Paraíso de Goiás e adjacências, o que também inclui Teresina de Goiás e a cidade de Cavalcante. Há quem diga, inclusive, que Brasília iria ser construída nesta região de Alto Paraíso, tendo sido este, portanto, o local escolhido pelo Presidente JK. Mas que, por interesses outros, de fazendeiros com terras nas adjacências onde se ergueu Brasília, a proposta inicial foi mudada. Por fim, uma nova proposta inovadora surge em Alto Paraíso nos dias atuais, na formação e/ou identificação de um “Sistema Geográfico” contendo sete cidades do nordeste goiano (Cavalcante, Teresina de Goiás, Colinas do Sul, São João da Aliança, Flores de Goiás, Monte Alegre, Povoado de São Jorge), tendo Alto Paraíso em seu centro, como a oitava cidade. Embora particularmente não aceite certos enfoques filosóficos colocados nesta proposta, não posso deixar de observar que existe uma lógica bastante evidente, e no mínimo interessante, na disposição geodésica desse sistema em estudo.

Quero, pois, com todo o exposto, dizer que grandes são as evidencias de que Alto Paraíso e suas cidades vizinhas, localizadas na Chapada dos Veadeiros, tem tudo para ser o lugar mencionado por D. Bosco em sua profecia acima descrita.


Dando continuidade às Profecias de D. Bosco, através de seus sonhos proféticos, por mais de uma vez ele viu a queda de Roma e, consequentemente, do Vaticano, de uma forma bastante triste. Referindo-se a um destes sonhos, ele diz:

“(...) Naquele momento, viu-se uma multidão de homens, mulheres, velhos, crianças, monges, monjas e sacerdotes, tendo à frente o Santo Padre, sair do Vaticano ordenando-se como se fosse uma procissão. (...) Nesse meio tempo, chegou-se a uma pequena praça coberta de mortos e feridos, vários dos quais pediam conforto insistentemente. Depois de ter caminhado por um espaço correspondente a duzentos nasceres do sol, cada um percebeu que não estava mais em Roma. (...) Depois, quando pôs os pés na cidade santa, começou a chorar ante a aflição demonstrada pelos cidadãos, muitos dos quais haviam morrido. De volta a São Pedro, cantou o Te Deum. (...) As cidades, as vilas, os campos tinham sua população bastante diminuída. A terra estava pisada como se tivesse passado um furacão, um temporal, o granizo, e as pessoas iam umas ao encontro das outras dizendo com a alma comovida: Est Deus in Israel. Do início do exílio até o Te Deum, o sol levantou-se duzentas vezes. Todo o tempo que passou durante a realização desses fatos corresponde a quatrocentos surgires do sol”.

Percebe-se, portanto, muito claramente, uma situação de grande e grave holocausto, o que inferimos que isso irá realmente acontecer, e numa época não muito distante da nossa data atual.

Neste ponto, vou postar dois acontecimentos interessantes, num dos quais participei pessoalmente, para possíveis hipóteses posteriores, pois tais acontecimentos podem estar ligados aos dados acima expostos. Em 1981, pertenci a um grupo esotérico em Santos/SP, no qual um dos membros possuía um Rádio Amador de alta potência, já naquela época. Esta pessoa captou uma mensagem em árabe, a qual foi por ela própria traduzida ao grupo, já que possuía descendência deste povo e falava fluentemente a língua. Esta mensagem, dentre outras coisas, referia-se à compra de uma grande fazenda no estado de Goiás, realizada pela Cidade do Vaticano, área esta destinada para uma possível mudança do mesmo, em tempos futuros da Terra. A mensagem era clara e notória nesse ponto.

Aí, eu pergunto:- realmente, com que intenção o Vaticano teria efetuado essa compra, justamente no Planalto Central do Brasil? Teria se baseado na Profecia de D. Bosco, além de outras “verdades” que devem ser de seu conhecimento? (Não esqueçam que seu nome, através de alguns de seus representantes de altas cúpulas, dizem fazer parte da Confraria dos Illuminatis! Então, eles sabem das coisas!!!).


Só para complementar, e aqui vai o segundo acontecimento acima referido, vocês estão lembrados de quando o Papa João Paulo II esteve no Brasil, na época do Presidente Figueiredo? Ficamos sabendo pela mídia da época que o Presidente Figueiredo e o Papa tiveram uma reunião de portas fechadas, tão logo da chegada deste último, após a qual o Presidente não mais deu a atenção devida ao Papa, não o acompanhou para lugar nenhum em suas visitas, e nem sequer foi na sua despedida, denotando com isso um grave desentendimento entre ambos. Alguma coisa que desconhecemos, levou o Presidente à tais atitudes, bem como ao Papa a se pronunciar de que não mais voltaria ao Brasil durante essa gestão, situação esta que realmente ocorreu. Pergunto:- Terá o Papa proposto a mudança do Vaticano para suas terras no estado de Goiás? E terá o Presidente rejeitado essa possibilidade, possivelmente por não termos infra-estrutura suficiente para tal, como realmente não tínhamos e acredito que ainda isso não existe? Mesmo porque, analisando por outro prisma, o que uma situação desta não iria influenciar no mundo como um todo, levantando inclusive uma onda de pânico talvez incontrolável? – Pois seria O Vaticano mudando-se para o Brasil! E por quê? – perguntariam todos!!! Vejam, essas são meras especulações, que podem até parecer absurdas para muitos de vocês, queridos leitores! Mas que existe um fundamento lógico, isso vocês não podem negar, dentro das colocações acima citadas >>> compra de fazenda no estado de Goiás??? No coração do Brasil??? Em áreas preditas como possíveis “Bases de Preservação” (Arcas de Noé)??? Confirmada, inclusive, pela Profecia de D. Bosco, considerado um “santo católicos”??? Com que intenção??? Ah! Mas ninguém me convence que aí não tem coisa escondida e bastante significativa... Vamos aguardar para ver...


Obs: Continuação deste tópico na 42ª Parte deste blog (item 8)


PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!

Alto Paraíso, 24 de Junho de 2008

Hipátia III






2 comentários:

Jaime disse...

Olá Rosa

Muito boa, muito interessante e oportuna toda essa divulgação que você vem fazendo sobre as muitas e muitas profecias que foram feitas sobre diversos assuntos e sobretudo sobre o destino da humanidade.
Quando D.Bosco cita: entre os graus 15 e 20 partindo de um ponto onde se formava um lago,de acordo com o Atlas, deveria estar se referindo ao lago Titicaca,(que já foi mar),divisa do Peru/Bolívia,
lugar este que segundo alguns escritos esotéricos, foi para onde se transladaram muitos dos
sobreviventes de Atlântida, não é Rosa?
Tudo se interligando.
São as Profecias se realizando, são os ensinamentos nos chamando para que cumpramos a nossa missão enquanto ainda é tempo.

Muito bom esse seu trabalho, levando ao conhecimento do maior número posssível de pessoas estas informações tão necessárias.

Desejo-lhe muito sucesso nessa sua louvável iniciativa.

Neuza

HIPÁTIA III disse...

Obrigada, Neuza!
Seus comentários sempre me incentivam
na continuidade disso que considero um "serviço da luz" para o despertar de consciências de "adormecidos" e "sonolentos".
Quanto ao lago, pode ser, sim, como também pode ser o Lago de Brasília, ou da Serra da Mesa, ambos no Planalto Central Brasileiro. Embora estes sejam artificiais, e na época da profecia não existissem, essa foi uma visão de futuro, sendo que hoje esses lagos já se encontram presentes em nossas regiões.
Muita Paz!
Hipátia