domingo, 22 de junho de 2008

40ª Parte – PROFECIAS TAMBÉM SÃO GRITOS DE ALERTA... (item 6) – Diferença entre Hercólubus e Nibiru (uma explicação necessária)...

AVISO IMPORTANTE ao Amigo Leitor!

Para você entender perfeitamente o conteúdo e intenção deste blog, não leia matérias isoladas! Use 10 minutos do seu precioso tempo, diariamente, e inicie sua leitura pela mensagem “Aviso Importante aos Novos Leitores” (14/06/08) e depois vá para a “1ª Parte” aqui postada, seguindo continuamente os capítulos, pois eles possuem um encadeamento entre si que o levará a entender perfeitamente o processo da Terra, bem como toda a nossa existência sobre ela. Minha intenção não é a de criar “medos” em hipótese alguma, mas sim puramente a de mostrar “verdades escondidas”, porém com muito “Amor” pelo meu próximo!

Paz! Hipátia III



Diferença entre Hercólubus e Nibiru (uma explicação necessária)...


Neste ponto, aproveitando o ensejo dos comentários de Ramatis no item (5) deste tópico – postagem anterior, vou interromper um pouco o seguimento das profecias, pois vejo por bem esclarecer um grande equívoco existente entre os crédulos da Transição Planetária, no que concerne aos chamados: (1) Planeta X (outros nomes: Hercólubus, Planeta Chupão, Planeta Regenerador, Planeta Intruso, Planeta Barnard) e (2) Nibiru, já que ambos são dois astros distintos, mas que muitos confundem como sendo o mesmo.

Na verdade, Nibiru é um planeta pertencente ao nosso Sistema Solar, porém com uma órbita muito maior que os demais planetas do mesmo sistema, embora todos estejam praticamente na mesma elipse. Presume-se que sua órbita ao redor do sol demore cerca de 3.600 anos, comparado com 1 ano da órbita da Terra. Daí, passarem-se gerações e mais gerações, sem que estas tenham conhecimento da existência deste astro, à não ser por detecções históricas deixadas por nossos antepassados, ou ainda por informações no âmbito espiritual.

Vocês devem estar lembrados quando falei da Terra original – como Tiamat – e que teve sua estrutura dividida por um choque planetário com Nibiru, ocasionando seu deslocamento do local que orbitava (entre Marte e Júpiter) para o atual (entre Marte e Vênus), não estão? (Dados referidos na 19ª Parte – item 1 – deste blog). Pois bem, pelas informações, a meu ver mais fidedignas, Nibiru encontra-se novamente em retorno de sua órbita em direção ao sol, portanto, também, em direção ao ponto em que a Terra se encontra. Entretanto, não será por esses anos, e nem por algumas centenas de anos mais, que ele passará junto da Terra, não. Quem passará agora, em tempos mais próximos do que imaginamos, é o Hercólubus, o qual já se encontra bastante perto, sendo um dos causadores de vários dos efeitos geológicos que já estamos vivenciando. Como vimos no texto anterior (Ramatis), este astro tem a função especifica, dentre outras, de atrair os seres densos do planeta, para iniciarem nova fase de desenvolvimento espiritual, reiniciando por uma vida primitivista, com fins de aprenderem o que não o fizeram na Terra.

Pertencente a uma órbita anti-eliptica - tendo como referência as órbitas dos planetas de nosso sistema solar, este “Planeta Intruso”, segundo consta, já está sendo visto pelos grandes observatórios da Terra (ex: Nasa, Esa, etc.), pela sua aproximação com o Pólo Sul, notícia esta não devidamente divulgada por proibição do Governo Oculto, na continuidade absurda de imposições do seu “sistema infernal”.

Pelo que estou sabendo por informações outras, deste ano de 2008 para os que virão, com a aproximação do Hercólubus cada vez maior e, consequentemente, com sua grande interferência no magnetismo da Terra, ocorrerá o aumento da freqüência dos efeitos cataclísmicos a nível geológico em nosso planeta (1ª passagem dele pela Terra). Após seu contorno ao sol, já retornando em sua órbita com direção ao “espaço profundo”, fará sua segunda passagem pela Terra, provavelmente no final de 2010, ocasião esta, pelo que tudo indica, que será visto a olho nu por toda a humanidade terrestre, onde o “esconde-esconde” do “sistema infernal” não terá mais razão de ser.

Nesta fase, a probabilidade de ocorrência de catástrofes ainda maiores na Terra não está descartada, com o perecimento de grande parte da civilização humana (como por exemplo ocorreu recentemente na China, com cerca de 300 mil vidas que se foram de uma só vez!).

A seguir, este astro regenerador continuará seu retorno ao “espaço profundo”, no percorrer de sua órbita ao encontro de sua estrela central, esta por nós ainda desconhecida. Verdade é que ele não pertence ao nosso sistema solar, o que o diferencia de Nibiru.

Após esses acontecimentos, a próxima data prevista como significativa para o nosso planeta, portanto, será a entrada da Terra no Cinturão de Fótons de Alcyon e que, de acordo com as Profecias Maias, ocorrerá em 22/12/2012.


Obs: Continuação deste tópico na 41ª Parte deste blog (item 7)


PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!

Alto Paraíso, 23 de Junho de 2008

Hipátia III





2 comentários:

Sandra Beatriz disse...

Casualmente, lendo sobre as últimas informações sobre Hercóbulos e Nibiru, e observando a confusão de compreensão entre os dois, procurei e encontrei o teu blog.Parabéns!Já se encontra entre os meus favoritos!Não tive tempo tempo para lê-lo completamente, mas saibas que fiquei muito interessada em cada assunto ali postado, pois são questões que permeiam o consciente e inconsciente coletivo e que necessitam de maior esclarecimento.A verdade é um direito assistido pela luz! Abraço forte!Sandra Beatriz

HIPÁTIA III disse...

Que bom, Sandra! Para mim é altamente gratificante quando o blog consegue atingir, pelas suas mensagens, o ponto interno de referência dos leitores! E este é o objetivo - um "sinal", uma compreensão maior sobre algum assunto e, sobretudo, o despertar de consciências, em níveis cada vez mais elevados. Isso é crescimento necessário para a evolução do "ser espiritual"!
Muita Paz!
Hipátia